Saúde e Segurança no Trabalho. O cuidado com a vida é o bem mais importante.

Se tem uma temática que valorizamos na Fibravit é a saúde e a segurança no trabalho. Internamente, é premissa nossa a saúde e a segurança dos nossos colaboradores, especialmente agora durante a pandemia da covid-19. Precisamos reforçar todas as medidas nessas duas áreas, especialmente porque hoje é o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho.


O Brasil conta com diversas Normas Regulamentadoras sobre saúde e segurança no trabalho, as quais dispõem sobre um conjunto de obrigações trabalhistas que têm o intuito de proteger os colaboradores. Quanto aos colaboradores, é importante frisar que eles também precisam se atentar aos inúmeros deveres quanto à proteção de suas vidas ao executar determinados trabalhos.


Há um conjunto de regras quanto a iluminação adequada, acústica apropriada, uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), dentre outras. O objetivo das inúmeras normas regulamentadoras (NRs) é evitar acidentes e reduzir a incidência de doenças ocupacionais. Também pretendem reduzir os afastamentos e o presenteísmo — que ocorre quando o colaborador está no ambiente de trabalho, mas não está focado na função exercida —, além de aumentar a produtividade e estabilizar o Fator Acidentário de Prevenção (FAP).


Importante frisarmos que as empresas que investem em saúde e segurança no trabalho obtêm retornos consideráveis no clima organizacional e na produtividade. São vários os benefícios de se investir nessas áreas, entre os quais:


1) Aumento da produtividade dos colaboradores: A redução do número de acidentes e doenças ocupacionais gera melhoria da produtividade. A consequência é derivada do menor tempo de interrupção do trabalho, já que absenteísmo, presenteísmo e concessão de licenças causam prejuízos à empresa.


2) Retorno sobre o investimento: A adoção de boas práticas no ambiente de trabalho sempre traz retorno. A diminuição de faltas inesperadas e a capacidade maior de concentração dos colaboradores são dois dos fatores relevantes.


3) Crescimento da responsabilidade social: A responsabilidade social das empresas consiste na adoção voluntária de comportamentos e posturas que elevam o bem-estar dos colaboradores. É isso que a organização conquista quando se preocupa com a saúde e a segurança dos trabalhadores. Junto a isso, são adotadas ações mais sustentáveis, que geram uma cultura positiva. Os efeitos são percebidos dentro e fora do local de trabalho, especialmente no que se refere à produtividade.


4) Melhoria da imagem da empresa: A prioridade dos cuidados com saúde e segurança corporativos melhora a reputação da empresa perante clientes, parceiros e outros profissionais. Essa preocupação aumenta a motivação e o engajamento dos colaboradores, especialmente porque eleva a sensação de pertencimento. O resultado é um clima organizacional melhor e mais seguro, com aumento do bem-estar de todos. Além disso, o negócio se posiciona melhor no mercado, o que favorece a reputação, e se torna uma autoridade no segmento em que está inserido.


Sua empresa investe em saúde e segurança no trabalho? Deixe sua resposta nos comentários.


Fontes:

Saúde e segurança no trabalho: um guia completo. Disponível em: https://sharecare.com.br/saude-e-seguranca-no-trabalho/

28 de abril: Dia Mundial da Segurança e da Saúde no Trabalho marca a data. Disponível em: https://www.abmt.org.br/noticias/28-de-abril-dia-mundial-da-seguranca-e-da-saude-no-trabalho-marca-a-data/

0 visualização0 comentário